sábado, 24 de março de 2012

História da Biologia

Como começou o estudo da biologia. O que levaram as pessoas a observar e a estudar essa ciência que hoje é fundamental em nossas vidas.

   A história da Biologia se dá desde a pré-história, quando o homem começou a observar e perceber no seu dia a dia que as plantas tinham uma época certa do ano para frutificação, quais plantas eram venenosas e quais não eram, quais frutos que podiam ser consumidos e os que não podiam. Nessa prática diária, o homem aprendeu muito sobre a biologia.
   No Egito, a técnica utilizada para embalsamento de cadáveres já requeria um grande conhecimento sobre as propriedades das plantas e óleos vegetais. Desde a antiguidade, os povos já observavam e queriam saber mais sobre as diversas formas de vida, pois sabiam que aliados a elas poderiam viver melhor.
   No século IV a.C. o naturalista Aristóteles começou a observar e estudar as mais diversas formas de vida. Descobriu muitas coisas que foram fonte de pesquisa durante séculos. Observou, dividiu e classificou os animais “com sangue” e “sem sangue”. Percebeu a presença de órgãos análogos e homólogos e observou a adaptação evolutiva dos animais e vegetais.
   Na Idade Média, Alberto Magno escreveu documentos sobre observações de plantas e animais, e, no século XIV, diversos cientistas começaram a fazer dissecações em cadáveres humanos, o que fez a anatomia humana progredir consideravelmente.
   Em 1650, com a descoberta do microscópio por Antony van Leewenhoek, os cientistas e curiosos puderam aprofundar mais seus estudos na biologia. Em 1735, Lineu, baseado nas semelhanças morfológicas de plantas e de animais, criou o sistema taxonômico e a nomenclatura dos seres vivos, que é utilizado até hoje, mas com algumas modificações. Em 1809, Lamarck deu um passo à frente quando publicou um livro sobre a evolução das espécies, e em 1859, Charles Darwin, também evolucionista, publicou um livro sobre a origem das espécies, que é aceita até hoje como explicação para a evolução das espécies.
   Em 1866, Gregos Johan Mendel, em experimentos com ervilhas, descobriu a hereditariedade, e hoje é considerado o pai da genética.
   Com a descoberta do microscópio eletrônico, várias estruturas celulares até então desconhecidas passaram a ser estudadas, e Watson e Crick tiveram a oportunidade de descobrir sobre a dupla hélice do DNA e o código genético. 
   No passado, muitos cientistas contribuíram com informações e observações que os cientistas atuais levam em consideração em suas pesquisas. A biologia é uma ciência muito rica e ampla, e será alvo de dúvidas e descobertas eternamente.

                                                                                                            
(Por: Paula Louredo - Graduada em Biologia)