quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Viagem sem volta a Marte já tem mais de 100 mil inscritos

Os quatro selecionados receberão uma passagem apenas de ida para o planeta. As inscrições online ainda estão abertas até o dia 31 de agosto

Planeta Marte: a cada dois anos, novos exploradores se juntarão ao grupo no planeta

São Paulo - A startup holandesa Mars One, do alemão Bas Landsdorp, já tem mais de 100 mil pessoas inscritas para colonizar Marte em uma viagem sem volta. Os quatro selecionados receberão uma passagem apenas de ida para Marte.
  As inscrições online ainda estão abertas até o dia 31 de agosto. Segundo informações da BBC, Lansdorp confirmou o número de inscritos aos principais jornais americanos. O cientista acredita que a quantidade de candidatos tende a crescer ainda mais nas próximas semanas.
  Qualquer pessoa com pelo menos 18 anos de idade pode mandar um vídeo de inscrição explicando por quais motivos deve ser selecionada. Mas é preciso estar preparado para dizer adeus ao planeta Terra para sempre, pois não há planos de trazer os astronautas de Marte.
  Quem decidir se inscrever precisa pagar uma taxa para ajudar a financiar o custo do projeto, orçado em 6 bilhões de dólares. O valor da inscrição varia de acordo com o país. Nos Estados Unidos, por exemplo, a taxa é de 38 dólares. Já no México o valor é inferior a 15 dólares. Até agora, o site do projeto confirma ter recebido inscrições de mais de 120 países. Entre eles está o Brasil, Argentina, Estados Unidos, Rússia, México, China, Canadá e Índia.
  Após uma triagem feita com base nos dados enviados pelos candidatos, como currículo e vídeo, o processo seletivo passará para o nível nacional. Essa etapa será transmitida pela TV e internet em cada país participante e o público decidirá qual será seu representante dentre um grupo de 20 a 40 candidatos por nação.
  Até julho de 2015, a Mars One pretende ter 24 astronautas organizados em seis grupos de quatro pessoas. As equipes, então, enfrentarão sete anos de treinamento, que incluem passar três meses em uma réplica da colônia de Marte.
  Os candidatos passarão por treinamento físico e psicológico. O público votará em quem tem que ir para Marte a partir de um conjunto de candidatos selecionados pelos especialistas da Mars One.
  A cada dois anos, novos exploradores se juntarão ao grupo em Marte. A energia local será gerada por painéis solares, a água será reciclada e extraída do solo. Os astronautas cultivarão os alimentos e terão suprimentos de emergência.