segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Cientistas descobrem como transformar células da pele em sanguíneas

Nova técnica elimina a necessidade de células-tronco e pode ser importante para pacientes com leucemia



   Uma equipe de cientistas abriu neste domingo a possibilidade de se obter uma fonte interminável de sangue ao anunciar a descoberta de uma técnica que permite transformar diretamente células da pele de adultos em sangue. 
   A descoberta de um grupo de cientistas da Universidade McMaster do Canadá dirigidos pelo pesquisador Mick Bhatia foi publicada neste domingo na revista "Nature". 
   "Essencialmente revelamos o método que nos permite transformar células da pele de adultos em células sanguíneas, sem que tenham que passar por uma etapa intermediária que são as células-tronco pluripotentes induzidas (iPS)", disse Bathia em entrevista à Agência Efe. 
   Segundo os pesquisadores, antes de partir para os resultados práticos da descoberta, o estudo terá que passar por outras etapas, especialmente para verificar a segurança dessa medida, mas as possibilidades que se abrem são promissoras. 
   "Vemos muitos caminhos. Estamos pensando especialmente em pacientes com leucemia. Nesses casos, o sistema sanguíneo sofre uma mudança genética" e os pacientes precisam de células sanguíneas que não sofram rejeição. "Utilizar células da pele" pode ser a solução, destacou Bathia.